Escola Estadual em parceria com faculdade oferece apoio psicológico a alunos, pais e professores

Publicado em: 12, julho/2021

Atualmente, o isolamento social causado pela pandemia do Covid 19 tem sido uma das maiores preocupações dos especialistas que cuidam da saúde mental dos jovens e de suas famílias. Pensando nisso, a Escola Estadual João Brienne em parceria com o curso de Psicologia da União das Faculdades Católicas de Mato Grosso (UNIFACC-MT) realizam vários encontros com pais, alunos e professores como forma de proporcionar apoio profissional bem como oferecer auxilio e orientação psicológica.

Durante as aulas virtuais e encontros pontuais , a equipe da escola identificou alunos, pais, responsáveis e também alguns professores que tiveram impactos emocionais causados pela pandemia. Com isso, um grupo da faculdade do 9º semestre do curso de psicologia esteve na Escola atendendo e abordando vários assuntos, como: como combater o isolamento psicológico; entender e o que fazer em caso de sintomas de ansiedade e depressão; encontrar caminhos para momentos de crise como esses que geram mais casos de pânico, e como evitar uma crise de pânico nessa situação; como ajudar um amigo ou familiar que está com depressão.

A coordenadora da Escola, professora Mariselma Fonseca destacou o que este processo da pandemia causa nas pessoas: “Percebemos que uma das características aparente é a dificuldade com a mudança radical de estilo de vida, pois para nós seres humanos não está nada fácil deixar de se abraçar e de se tocar, ou seja, está sendo muito difícil mudar comportamentos espontâneos. Estamos sempre precisando nos policiar para evitar os abraços e beijinhos, o afeto. A primeira reação é de estresse agudo relacionado a pandemia que ocasiona uma circunstância súbita e inesperada em grande parte da população. Trocamos relatos uns com os outros de que o foco de apreensão é o medo de ser contaminado, o que não difere muito de situações traumáticas como um desabamento ou terremoto”, explicou ela.

A professora contou que o confinamento compulsório, que exige uma forçada mudança de rotina é outro fator preocupante. Ela disse que são comuns as manifestações de desamparo, tédio e raiva pela perda da liberdade. “É uma reação de ajustamento situacional caracterizado por ansiedade, irritabilidade, e desconforto em relação à nova realidade. Estas reações são esperadas e preocupam do ponto de vista da saúde mental quando passam a afetar a nossa funcionalidade. As perdas econômicas e afetivas decorrentes da pandemia aparecem aliadas à depressão, as quais são relatadas diariamente pelos estudantes e familiares”.

Para o acadêmico do 7º semestre de psicologia Suelo, este projeto é enriquecedor pela oportunidade de propiciar ajuda às pessoas em relação à saúde mental. A psicologia tem o propósito de cuidar da saúde mental das pessoas em qualquer ambiente. E o nosso objetivo aqui é contribuir para a saúde mental das crianças, dos familiares, dos pais e até mesmo das pessoas que compartilham o mesmo ambiente, como os professores e todo o pessoal que está envolvido no contexto escolar. Então, qual é o objetivo? saúde em todos os aspectos para todos aqueles que estão envolvidos”.

Nesta semana o grupo de universitários da faculdade volta a escola para seguir com os atendimentos, como sempre, cumprindo todos os protocolos e medidas de segurança para evitar a proliferação da Covid 19.

Fonte: MALHEIROS, Larissa. Escola Estadual em parceria com faculdade oferece apoio psicológico a alunos, pais e professores. [S. l.], 12 jul. 2021. Disponível em: https://www.noveen.com.br/geral/escola-estadual-em-parceria-com-faculdade-oferece-apoio-psicologico-a-alunos-pais-e-professores/5503. Acesso em: 12 jul. 2021.

|